Ambientare apóia o Brazil Power & Energy Summit 2016

Brazil Power & Energy Summit 2016

O Brazil Power & Energy Summit 2016 é uma grande plataforma de encontro de concessionárias, pesquisadores, desenvolvedores, investidores, contratantes de equipamentos, fornecedores de equipamentos e provedores de tecnologia para discutir as principais questões e os desafios para o desenvolvimento do setor  energético no Brasil.

O Brasil é conhecido por ser um dos países integrantes do BRICS (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), com o mais rápido crescimento na última década e também por ser a maior economia Latinoamericana. O país tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, onde 41% da energia total produzida vem de fontes renováveis. Nos últimos seis anos, o Brasil mudou o foco e passou a diversificar a matriz, em busca de outros recursos renováveis, como a energia eólica, as pequenas centrais hidrelétricas e a biomassa.

A energia eólica é a fonte energética que mais cresce no Brasil. Para os próximos anos, a energia eólica deve contribuir para a geração de mais de 19 mil empregos diretos, R$6 bi em investimentos, 2,7 milhões de casas abastecidas e 1,3 milhões de toneladas de CO2 a menos na atmosfera. Em 2015, 113 novos parques eólicos foram construídos, com capacidade total de 2.7 GW.

A energia solar tem gerado interesse como uma tecnologia considerada limpa e de baixo impacto ambiental e há muitos indicativos de que o mercado da energia solar está se desenvolvendo em um ambiente positivo e estável.  Quase 80% da energia gerada pelo Brasil e consumida internamente é originária de plantas hídricas. O potencial hidrelétrico brasileiro é o terceiro maior do mundo.

Os investimentos em infraestrutura também estão em crescimento. A agencia federal de planejamento – EPE prevê investimentos de R$31bi (US$8bi) para os próximos  anos, onde R$25bi serão gastos em linhas de transmissão e R$6bi em subestações.  De acordo com os projetos,  20.018km de linhas de transmissão e 60 novas subestações serão construídos para acompanhar o crescimento esperado de 5GW por ano na capacidade instalada.

Para mais informações, por favor visite www.brazilpes.com ou contate Eddie P. Lee via eddie@leader-xtet.com

(o conteúdo dessa mensagem foi  fornecido por Eddie Lee | Director, Power & Energy | Leader Group | Suit 209, Building A4, 925 Yecheng Road, Jiading District, Shanghai)

Categoria: 
Institucional

Outras notícias que talvez lhe interessem

INEMA emite Licença de Instalação e a Autorização de Supressão da Vegetação Nativa para o Complexo Eólico Itaguaçu da Bahia

INEMA emite Licença de Instalação e a Autorização de Supressão da Vegetação Nativa para o Complexo Eólico Itaguaçu da Bahia

No último dia 23/07/2016, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - INEMA, emitiu a Licença de Instalação (LI) com prazo de 5 (cinco) anos para a empresa Geradora Eólica Itaguaçu da Bahia...

Portal da Biodiversidade reúne dados de 1,5 milhão de espécies

Mais de 1,5 milhão de espécies da fauna e da flora brasileiras ganharam registro no Portal da Biodiversidade, plataforma virtual...

Energia solar e vento passam hidrelétricas em 25 anos no país, diz estudo

Hoje dependente das hidrelétricas, o Brasil vai ter um salto na geração de energia solar e de ventos (eólica) em 25 anos.

Em 2040, o país deverá ter 43% de sua energia gerada a partir de...

Soluções em meio ambiente
Entre em contato conosco e solicite uma proposta. Temos a solução ambiental ideal para sua empresa.