Compensação ambiental da Rota do Sol destina R$ 568 mil a unidades de conservação

As unidades de conservação federais Parque Nacional Aparados da Serra, Parque Nacional Serra Geral e Estação Ecológica Aratinga, todos no Rio Grande do Sul, receberão cerca de R$ 568 mil a título de compensação ambiental da rodovia Rota do Sol (RSC-453/ERS-486). Os dois parques nacionais são geridos pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a estação ecológica é gerida pela Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema/RS).

O valor foi deliberado durante a 35ª Reunião Ordinária do Comitê de Compensação Ambiental e é o saldo remanescente da compensação da rodovia. O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) foi orientado a firmar termo de compromisso e a participar na elaboração do plano de trabalho para execução do recurso destinado às unidades de conservação.

A Rota do Sol é uma via estratégica para a ligação entre a Serra e o Litoral Gaúcho, utilizada para fins turísticos e logísticos, sendo a interligação do Polo Industrial Serrano com a BR-101, que é um corredor nacional. Segundo o superintendente do Ibama no Rio Grande do Sul, João Pessoa Moreira, o empreendimento está inserido em zona-núcleo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, uma região de alta relevância e sensibilidade ambiental. “Durante as discussões para o licenciamento ambiental da Rota do Sol, a sociedade destacou a importância da constituição de unidades de conservação no entorno e, devido a isso, foram criadas a APA Rota do Sol e a ESEC Aratinga”, informou.

João Pessoa lembrou ainda que, nos últimos anos, o Ibama vem desempenhando papel fundamental na Câmara Federal de Compensação Ambiental (CCAF), aprovando e destinando recursos de compensação garantidos pelo licenciamento ambiental federal.

Compensação ambiental

A compensação ambiental é um mecanismo financeiro de empresas para compensar pelos efeitos de impactos ambientais não mitigáveis em suas obras, ou seja, que não podem ser minimizados. Isto faz com que a compensação ambiental seja um instrumento de política pública que proporciona a incorporação dos custos sociais e ambientais da degradação gerada por determinados empreendimentos nos custos globais de empreendimentos com significativo impacto ambiental.

Durante a fase de licenciamento dos empreendimentos, o Ibama ou os órgãos estaduais/municipais determinam, em suas esferas de atuação e a partir dos impactos gerados, qual o valor e a destinação desses valores a título de compensação ambiental. Os recursos da compensação devem ser utilizados pelas unidades de conservação para a consolidação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC).

As ações prioritárias para a aplicação dos recursos de compensação ambiental são:

  • Regularização fundiária e demarcação das terras;
  • Elaboração, revisão ou implantação de plano de manejo;
  • Aquisição de bens e serviços necessários à implantação, à gestão, ao monitoramento e à proteção da unidade, compreendendo sua área de amortecimento;
  • Desenvolvimento de estudos para a criação de nova unidade de conservação;
  • Desenvolvimento de pesquisas para o manejo da unidade de conservação e à área de amortecimento.

Fonte: http://www.brasil.gov.br/ 

Foto: Ibama

Outras notícias que talvez lhe interessem

Sema mostra dados de reestruturação da logística portuária no Pará

Sema mostra dados de reestruturação da logística portuária no Pará

Dados da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) no Pará mostram que, atualmente, o Estado tem destacada participação no que se refere à nova reestruturação logística portuária brasileira. Há...

Aneel marca para setembro leilão de linhas de transmissão e subestações

Aneel marca para setembro leilão de linhas de transmissão e subestações

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai realizar no dia 2 de setembro um leilão de novos empreendimentos de transmissão. O edital do leilão foi aprovado no dia 05/07/16, durante reunião...

Ambientare realiza plantio de mudas em comemoração à Semana do Meio Ambiente

Ambientare realiza plantio de mudas em comemoração à Semana do Meio Ambiente

Mudas de Alecrim, Salsa, Orégano, Manjericão e outras hortaliças e temperos agora estão enraizadas na Horta Comunitária da SQS 114, em Brasília. A ação, onde colaboradores da sede da Ambientare...

Soluções em meio ambiente
Entre em contato conosco e solicite uma proposta. Temos a solução ambiental ideal para sua empresa.