Expansão energética investirá 1,4 trilhão até 2024

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) prevê investimentos de R$ 1,4 trilhão na expansão da matriz energética no Brasil nos próximos dez anos. A estimativa consta do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2024), disponível para consulta pública até o dia 7 de outubro.

Só no sistema elétrico serão adicionados, até 2024, 73 mil MW (megawatts) novos na capacidade instalada, com mais da metade desta expansão baseada em fontes renováveis. 

Dos 73 mil, 62,1 mil MW serão de energias renováveis, sendo 27,2 mil MW de hidrelétricas, 18,9 mil MW de energia eólica e 16,4 mil de outras fontes, como pequenas hidrelétricas, biomassa e solar.

A expansão do sistema energético como um todo engloba diversos setores, como os de energia elétrica e de combustíveis.

Sobre a origem dos recursos, 70% virão do setor de petróleo e gás, 27% do setor elétrico e cerca de 3% do setor de biocombustíveis.

O PDE 2024 é um plano que reúne as projeções para o setor de energia do País e a expansão de 55% na capacidade instalada de geração de energia no Brasil.

Entre os principais empreendimentos que deverão entrar em operação nos próximos anos está a Usina Hidrelétrica de Belo Monte. As fontes não renováveis responderão por 11,4 mil MW. 

O plano também estima que a produção de petróleo nacional dobre dos 2,5 milhões de barris por dia para cerca de 5 milhões até 2024, principalmente por causa da camada pré-sal. A demanda interna deverá chegar a 3 milhões de barris, o que permitirá um excedente para exportação de 2 milhões de barris por dia.

A produção de etanol deverá crescer 52%, passando de 29 bilhões de litros para 44 bilhões de litros por ano. Já a produção de gás natural aumentará de 56 milhões de metros cúbicos por dia para 99 milhões.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Agência Brasil e do Ministério de Minas e Energia

Foto: Divulgação/Usina Hidrelétrica de Mauá

Outras notícias que talvez lhe interessem

Projeto obriga cadastro demográfico em empreendimento sujeito a desastre ambiental

Projeto obriga cadastro demográfico em empreendimento sujeito a desastre ambiental

A Câmara dos Deputados analisa projeto que torna obrigatória a realização de cadastro demográfico em empreendimentos com risco de desastre ambiental (PL 3856/15). A proposta do deputado Givaldo...

Brasil vai defender biodiversidade e setor produtivo na COP 13

Brasil vai defender biodiversidade e setor produtivo na COP 13

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, participa, na última sexta-feira (2), da abertura do segmento de Alto Nível da 13ª Conferência das Partes (COP 13) sobre diversidade biológica, que...

Brazil Power & Energy Summit 2016

Ambientare apóia o Brazil Power & Energy Summit 2016

O Brazil Power & Energy Summit 2016 é uma grande plataforma de encontro de concessionárias, pesquisadores, desenvolvedores, investidores, contratantes de equipamentos, fornecedores de...

Soluções em meio ambiente
Entre em contato conosco e solicite uma proposta. Temos a solução ambiental ideal para sua empresa.