NOVO LEILÃO TRAZ BOA PERSPECTIVA PARA A ATIVIDADE DO PETRÓLEO

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizará, entre os dias 7 e 8 de outubro, a 13ª Rodada de Licitações de Blocos Exploratórios de Petróleo e Gás Natural. Anunciado no último mês de junho, o leilão integra o pacote de medidas propostas pelo Governo Federal para o setor energético, como forma de retomar o crescimento da economia. No Rio Grande do Norte, que terá a oferta de 71 novos blocos terrestres, o negócio é visto com boas perspectivas a médio e longo prazo. Atualmente, segundo dados da ANP, o Estado possui 83 áreas produtoras, o que representa uma média de 56 mil barris/dia e 8,6 milhões de mm³/dia em gás natural.

De acordo com o coordenador da Redepetro-RN, uma rede de fornecedores de bens e serviços para a atividade, Dorian Bezerra, as rodadas são benéficas para o setor petrolífero no Estado, principalmente, pela diversidade de interessados nas áreas ofertadas. “Nós sempre vemos estes leilões com bons olhos. Além da Petrobras, outras grandes empresas se interessam e as pequenas operadoras também entram”, comentou. Ainda segundo Bezerra, uma rodada com bons arremates e alta arrecadação para a ANP deverá impactar positivamente no mercado financeiro. “O leilão sendo exitoso, para a gente, significa que o mercado está firme e retomando os investimentos. Por isso a importância”, declarou.

O próprio ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, ao anunciar o Plano Nacional de Energia, no ultimo dia 11 de junho, afirmou que o Governo Federal está vendo “com bastante esperança” a 13ª Rodada de óleo e gás. Pelo pré-edital publicado na semana passada, o leilão incluirá áreas em bacias de elevado potencial energético, bacias de novas fronteiras exploratórias e bacias maduras, como as do Rio Grande do Norte, que se apresentam como grandes oportunidades para médias e pequenas empresas, pelo menor custo de exploração. Conforme a Redepetro-RN, no Estado, os municípios contemplados serão Mossoró, Serra do Mel, Porto do Mangue e Areia Branca.

Em 2013, a ANP também promoveu uma rodada de licitações que ofertou 30 áreas no Rio Grande do Norte, além de 259 blocos em outras dez bacias brasileiras. Neste ano, o número de campos sedimentares diminuiu para dez, com 266 blocos, sendo 71 na Bacia Potiguar. Contudo, segundo o diretor-presidente do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne), Jean-Paul Prates, o leilão estará mais atrativo. “As áreas são mais interessantes. O calendário de leilões e áreas é uma decisão estratégica setorial. Não é um decisão regulatória. O Governo é que dá o rumo do que quer licitar e, neste momento, o Pré-Sal já deu uma acelerada muito grande e muito radical. Então, para não relegar o restante, a orientação é que a ANP olhe para as áreas convencionais e para as novas fronteiras”, disse.

Petrobras

A Petrobras, uma das principais operadores de petróleo no país,  tem promovido investimentos na Bacia Potiguar que confirmam as afirmativas do diretor da Cerne. A maior parte da produção no Estado, inclusive, é distribuída para a Refinaria Potiguar Clara Camarão, instalada no município de Guamaré. Em nota à TRIBUNA DO NORTE, a petrolífera detalhou algumas das ações.

“Em 2015, no RN, destacam-se na área terrestre, o adensamento de malha com injeção cíclica e contínua de vapor nos campos de Estreito e Alto do Rodrigues, que visa aumentar a produção nos próximos quatro anos, por meio da perfuração de novos poços e da injeção de vapor nos campos. Há também a busca pela ampliação da produção de óleo por meio da perfuração e completação de poços no Ativo de Produção Mossoró”, informou.

Número
83 - É o total de áreas produtoras de petróleo no RN. O estado é um dos maiores produtores em terra, do país.

Fonte: Tribuna do Norte (RN)/Fernando Domingo

Outras notícias que talvez lhe interessem

Governo do Ceará lança Inventário Florestal e Mapeamento do Zoneamento Costeiro

Governo do Ceará lança Inventário Florestal e Mapeamento do Zoneamento Costeiro

Em solenidade presidida pelo governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição, o Inventário Florestal Nacional do Ceará (IFN-CE) foi lançado no dia 09 de Dezembro. A pesquisa - entregue pela...

Equipe de Educação Ambiental realiza Mutirão de Limpeza em Comunidade de Pesca

Equipe de Educação Ambiental realiza Mutirão de Limpeza em Comunidade de Pesca

O Programa de Educação Ambiental da Linha de Transmissão 500 kV Marimbondo II Assis, empreendimento da Triangulo Mineiro Transmissora S.A, finalizou sua Campanha de Educação Ambiental para...

perereca Hypsiboas diabolicus

Pesquisadores identificam nova espécie de perereca na Amazônia

Pesquisadores identificaram uma nova espécie de anfíbio que vive na floresta Amazônica, em área do Brasil e da Guiana Francesa. No Brasil, a perereca Hypsiboas diabolicus, como foi denominado o...

Soluções em meio ambiente
Entre em contato conosco e solicite uma proposta. Temos a solução ambiental ideal para sua empresa.