Oportunidades de investimento no setor elétrico brasileiro são apresentadas nos EUA

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, apresentou nesta segunda-feira (19) , em Washington, Estados Unidos, as perspectivas de investimentos no setor elétrico brasileiro. Braga exibiu dados da matriz energética brasileira e as oportunidades no setor a representantes de empresas de energia e de outros segmentos da economia norte-americana. Falou, por exemplo, do leilão das hidrelétricas amortizadas, marcado para o dia 6 de novembro deste ano, que poderá contar com investimentos estrangeiros.

"O Brasil, neste momento, não tem restrições a investimentos estrangeiros no setor elétrico. Todas as restrições foram retiradas. O Brasil tem tradição de cumprimento de contratos, e vive momento de realismo tarifário, de grande atratividade e oportunidades para o capital estrangeiro", afirmou. Tais características tornam o setor elétrico uma "ilha de possibilidade de investimentos" dentro de um grande mercado de investimentos muito maior, que é o mercado brasileiro, afirmou o ministro.

O leilão das hidrelétricas, que conta com concessões de usinas nos Estados de Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, com capacidade total de 6 gigawatts (GW), permite que participem da disputa proponentes brasileiros ou estrangeiros, isoladamente ou em consórcios,  com experiência em operação de  hidrelétricas  de porte similar à que seja objeto do leilão.  Se o proponente participar de um consórcio no papel de operador, terá de deter pelo menos 20% do capital votante.

"Esse leilão é uma grande oportunidade de investimentos para brasileiros e estrangeiros. Todas essas usinas estão no centro de carga, localizadas no sudeste brasileiro", destacou o ministro aos convidados.

As grandes oportunidades de investimentos no setor elétrico nos próximos anos estarão na geração solar, eólica, gás natural e biomassa, apontou o ministro. Em todo o setor energético, Braga afirmou que o mercado de gás natural será um dos que mais devem crescer no País.

Segundo o ministro de Minas e Energia, a energia solar vai crescer cerca de sete vezes até 2024, e a capacidade instalada em energia eólica irá triplicar, dentro do compromisso brasileiro de entregar 20% de sua matriz com energia renovável não hidráulica até 2030.

 Fonte: Ministério de Minas e Energia

Outras notícias que talvez lhe interessem

CONCEDIDA A LICENÇA DE INSTALAÇÃO À CARGILL AGRÍCOLA – USINA DE BENEFICIAMENTO DE CACAU

A Ambientare Soluções Ambientais obteve a Licença de Instalação (LI) para implantação da atividade de beneficiamento e moagem de produtos alimentares da Planta Industrial de Beneficiamento de...

TRABALHADORES DA LT MILAGRES II – AÇU III RECEBEM GUIA DE BOAS-VINDAS E MATERIAL INFORMATIVO

Em cumprimento às diretrizes do Programa de Educação Ambiental para Trabalhadores da LT Milagres II – Açu III, a equipe de campo da Ambientare distribuiu entre agosto e setembro de 2015, materiais...

OPERAÇÃO COÍBE RETIRADA DE MADEIRA EM TAPAJÓS

Quatro autos de infração, num total de R$ 200 mil em multas, e a apreensão de 37 toras de ipê amarelo e dois carros – uma Toyota Bandeirante e um caminhão –, além de materiais, como diesel,...

Soluções em meio ambiente
Entre em contato conosco e solicite uma proposta. Temos a solução ambiental ideal para sua empresa.